Dia dos Namorados no RIO

12

Olá galera,

Vocês que me acompanham (@alynekfreiberg) sabem que está sendo um ano difícil de muito trabalho e estudo, mas também sabem que minha grande paixão (depois do Bruno, meu namorado, claro) é viajar!! E o que falar de uma viagem com o Bruno?! É amor ao quadrado!!

Organizamos um fim de semana para comemorarmos o dia dos namorados no Rio de Janeiro. Sim, A Cidade Maravilhosa desse Brasil. Ir para o Rio é sempre um excelente passeio para os paulistas, afinal são apenas 50 min de ponte aérea e vira e mexe as companhias aéreas oferecem bons preços com milhares de opções de vôo.

Nosso bate-volta carioca começou chagando no hotel, ficamos no Windsor no fim de Copacabana, chegando no Leme. O hotel tinha uma vista incrível da praia de Copa inteirinha e uma piscina de fim infinito de frente pro mar! Deixamos as malas e fomos rumo a Ipanema andando pela orla.

Seguindo pela Vieira Souto e babando pelo hotel Fasano pé na areia, seguimos até o quadrilátero famoso de Ipanema, na Rua Maria Quitéria 111 onde fica o Radio Bar 111, sugestão da carioca linda Lenny Niemeyer.

esquina.png

 

Gente, conheçam o Bruno!

O chef do bar William Barão criou drinques refrescantes e com personalidade, como o Esquina, feito com cachaça, licor de açaí, banana, sour mix e granola; e o Fake Coffee, que leva rum ouro, licor de café, e chega à mesa em uma charmosa caneca com café em pó, um coador de pano e água com gás para ser passado na hora.  Entres as opções: Little Ocean (gim, pepino, suco de limão, xarope de blue curaçao, soda de limão, alecrim e espumante) e a Sangria de vinho tinto ou branco com frutas flambadas no conhaque. Barão reservou uma seção especial para o tradicional gim tônica. As novidades são o Pink Tonic (gim, tônica de alecrim, pimenta rosa e limão; Granatum, com gim, tônica, tomã, bitter de laranja e tomilho), Hemarno (gim, tônica, gengibre, fernet e hortelã) e o Juniper (gim, tônica, zimbro e grape fruit).

Ficamos no Pink Tonic e no Juniper, e para petiscar as bruschettas de abobrinha com nozes e brie, salmão selado (nossa preferida) e cebola caramelizada com emmenthal.
Voltando pela praia de Ipanema pela própria Vieira Souto, paramos no Astor para conhecer a versão carioca de um dos meus favoritos bares aqui da terra da garoa, o Subastoraqui também uimg_0644m bar interno e anexo ao Astor.

A carta carioca é também assinada pelo head bartender Fabio La Pietra e preparadas pelo barman Plinio Joaquim, o que chama muito a atenção é o balcão de alabastro com uma iluminação interna bem leve.

Dos 20 drinques da carta, metade é exclusividade do SubAstor carioca, como  o Ziggy Sour: London Dry Gin, cítricos, vermouth seco, orgeat e bitter; Cobra Fang: rum Jamaicano, cítricos, maracujá, falernum e absinthe bitter; Rio Bravo: cuervo tradicional, caju, orgeat, chartreuse e cítricos; e o Knickerbocker: rum jamaicano, limão, framboesa, Grand Marnier, e bitter.

Chopp? Cerveja? Nada disso, apenas drinks, mas se te der vontade de beber uma geladinha é só trocar o SubAstor pelo Astor que fica tudo certo e ainda sim é meu bar favorito do Rio.

Sentamos na frente do balcão do Plínio e ele operou as criações cariocas do SubAstor!

Domingo img_0696começava e nosso destino foi a Urca! A agradável sensação de circular em meio a montanha, mar e um resto da Mata Atlântica, como nos primórdios do Rio, é um dos atrativos da Urca. Da Praia Vermelha, bem pertinho temos o Bondinho do Pão de Açucar. O Bru queria nessa viagem subir até o Pão de Açucar. E lá fomos nós!! Afinal minha última vez nesse lugar lindo foi há uns 15 anos e de vez em quando é legal turistar um pouco né?! O bilhete do bondinho dá pra comprar pelo site.

Captura de Tela 2016-06-06 às 15.28.01.png

Saindo do Bondinho e andando pelo bairro da Urca, chegamos até o tradicional Bar da Urca. Este é quase um clichê do Rio. Sentar na mureta com a Baía de Guanabara toda pela frente, beber uma cerveja gelada e comer os bons pastéis e empadas se tornou programa obrigatório seja para quem mora aqui, mas principalmente para quem visita.

A tarde do domingo foi para descansar e curtir a piscina do hotel de frente para a praia e ainda dar um rolê para curtir o fim da tarde na praia de Copacabana. Resolvemos alugar uma bike, aquelas do Itaú mesmo, e que valem muito a pela! Quase todo hotel e ponto turístico tem um bicicletário. Aluga-se uma bike o dia todo por R$5,00 (app Bike Rio). Fizemos o percurso do posto 1 ao posto 12 de bike, o que chega a dar em torno de 15km no total.

Nossa chave de ouro para esse fim de semana incrível foi conhecer o mais novo Corrientes 348 na Marina da Glória para um jantar digno de dia dos namorados! O lugar é lindo, o clima do restaurante é ímpar e a comida é uma delicia. Só diria para prestar atenção nas filas, elas costumam ser bem grandes aos domingos, então, antes de mais nada eu recomendo chegar cedo ou reservar como fizemos. O legal é que tudo é possível de ser partilhado, se você não exagerar no pedido, o custo benefício pode ser bom e a qualidade da carne é ótima. Do que provei os destaques são: o ancho, o palmito e o papatasso provençal, todos deliciosos!


Esse foi nosso final de semana carioca! 🙂

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s